Rússia proíbe animes isekai por “encorajarem” a reencarnação

3 de maio de 2021
Notícia

As autoridades da Rússia continuam a sua jornada contra os animes e depois de proibir a exibição de animes como Tokyo Ghoul, Elfen Lied, Inuyashiki e Interspecies Reviewers, e depois de banirem a Crunchyroll foi a vez dos animes do género isekai de receberem uma proibição.

Depois de mais uma decisão de um tribunal da cidade de São Petersburgo foram adicionadas à lista negra novos animes. Esta resolução determina que os sites AnimeJapan, AnimeGo, Jutsu e Agorov terão que remover os animes Konosuba!, Tensei shitara Slime Datta Ken, Zombieland Saga, Nekopara e Princess Lover.

Os sites listados em cima são de livre acesso, o que significa que qualquer pessoa pode aceder sem ser membro ou maior de idade e por esse motivo, é muito mais fácil espalhar informações “delicadas” entre os jovens russos.

A proibição é uma resposta às diversas denúncias feitas por pais, que se reuniram com especialistas no assunto para discutir os motivos pelos quais este material está a ser divulgado com tanta liberdade. Após a conclusão, foi mencionado que as séries citadas promovem valores altamente perigosos que podem ser imitados pelos jovens.

Segundo o comunicado, séries “Isekai” promovem a “reencarnação saudável”, ideia que os faz pensar que, se morrerem, serão transportados para um mundo mágico e perfeito. Isso pode levar os jovens ao suicídio. Além disso, algumas das cenas destas séries contêm violência, relações sexuais, consumo de álcool e outras atividades que podem prejudicar a saúde mental.

Isekai é um subgênero de light novels, mangás, animes e jogos caracterizado por um protagonista normal (geralmente um habitante contemporâneo da Terra) que é transportado ou preso num universo paralelo.

Nos últimos anos, o género tornou-se popular, com o surgimento de títulos de sucesso como Re:Zero e KonoSuba. Devido à sua popularidade, em 2016, um concurso japonês de light novels proibiu quaisquer histórias de isekai. A editora Kadokawa Shoten também proibiu histórias isekai no seu próprio concurso de light novels em 2017.

© AnimeNews 2021 - Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido com Pela RiverLab.